paisagem estranha entranha Arles

O projecto multimedia paisagem estranha entranha, agora na sua terceira versão, foi apresentado na semana profissional dos Les Rencontres de la photographie 2017, em Arles, integrando o Festival Voies Off. Com Armando Ribeiro, o projecto continua o seu percurso na fotografia de paisagem em modo expandido, sendo o género – paisagem – aqui apresentado fragmentado pela práctica.

Esta versão do projecto paisagem estranha entranha teve como base as apresentações anteriores; Tavira (2012) e Porto (2014) receberam as primeiras duas versões, e Arles a terceira. Esta última foi agora possível mostrar a um publico diferente, mais alargado e mais especializado em em fotografia.

Aproveito para agradecer a todos os que tornaram este evento possível:
Corinne Dumas, Patrick Massin, Bruno Lopes, Lai Carneiro, Paula Ferreira, Freya Najade, Jenny Sansom, Julie Hascoët, Chris Scott Moskovich, Anne Holmes, Pedro G. Marques,
José Bacelar, Leonardo Wen, and Mark Van Hoen aka Locust.

Continuar a ler “paisagem estranha entranha Arles”

Fotografias e assuntos de paisagem a Sul

Beatriz Pedrosa
Beatriz Pedrosa
Fernando brito·mp
Fernando Brito
Sebastiano Raimondo·mp
Sebastiano Raimondo

sobre Fotografias e assuntos de paisagem a Sul:

Admitindo a ideia de as fotografias construírem paisagens, para além do simulacro da imagem e da sua eventual relação com assuntos e factos, esta exposição pretende ensaiar um território crítico juntando artistas, imagens e paisagens a Sul, da Europa, do Tejo e do Algarve.
A subjectividade das paisagens reinventadas, ordenadas e disciplinadas pelas imagens têm uma perspectiva ideológica do presente e do contemporâneo?
O que é o Sul? É um Lugar? O que é uma paisagem? A paisagem é sempre uma imagem.

Continuar a ler “Fotografias e assuntos de paisagem a Sul”

Workshop – The Beauty of Decay · Atelier

workshop de fotografia
Beauty of decay : atelier · workshop de fotografia em estúdio

Neste workshop em estúdio será proposta uma abordagem metódica ao trabalho fotográfico, com base na experiência do orientador. Durante a sessão da manhã serão apresentadas algumas ideias estruturantes para o trabalho; estas serão apoiadas com imagens de vários fotógrafos e antecedentes históricos. Ainda durante a manhã começaremos em grupo a discutir as ideias de cada um para o trabalho fotográfico com as conchas.

Durante a tarde iremos abordar algumas ideias práticas de iluminação; cor e composição, experiência que irá proporcionar aos participantes um momento inicial do percurso estético e plástico do campo a explorar e fotografar. Com base nas disponibilidades de cada um será possível acompanhar os trabalhos do grupo, bem como a preparação da exposição final.

Programa do workshop:

29 de Outubro 2016

10:00 -12:30 – Apresentações. Exposição (teórica) das ideias do trabalho seguido de debate/mesa redonda.
14:30 -17:30 – Trabalho prático de estúdio, agendamento das sessões adicionais e da exposição dos trabalhos.
Resto a acordar.

mais informação em -> Mãos na Arte

António Ferro a vertigem da palavra de Margarida Acciaiuoli

Em  António Ferro a vertigem da palavra, de Margarida Acciaiuoli, livro acerca da retórica, política e propaganda no Estado Novo antes e depois da IIa Grande Guerra.Bizâncio Editora, Lisboa.

Fotografia do plenário da Assembleia da República com a autorização e apoio do Arquivo Histórico Parlamentar, a quem agradeço. Assembleia da República, Palácio de S. Bento, Lisboa.